Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Sobre a ganância

Tenho ódio da ganância, vos afirmo vorazmente!
Por culpa dela, vi pessoas queridas afundarem na lama
Vi desconhecidos correndo sem grana,
Vi a dignidade se tornar extinta.
Por causa da ganância, vi mães chorarem, filhos sofrerem, amores morrerem...
E por causa da ganância, eu vi o homem se afastar de Deus
Se esgueirar na lama, cair da cama, quebrar o pescoço e acabar na cova raza de um cemitério qualquer...

Ana Paula Duarte.

Meu ouro

Imagem
De valor irrevogável, os tenho todos/as a peso de ouro.
E com a estima quase que de mãe, companheira, amiga, cúmplice, filha e irmã.
Mãe porque muitas vezes assumo a chatice característica pra dar as tão famosas "broncas de amor".
Companheira, amiga e cúmplice porque independente de idade e seja lá qual for a vibe, meu nome é "tou dentro". Já que os meus amigos me permitem isso! Os meus amigos são os melhores!Insubstituíveis, meu chão, minha alegria, consolo, tuuudo de melhor que há!
Filha, porque muitas são as vezes que eles cuidam de mim em meus típicos surtos alcóolicos, ou quando insana, preciso. E olha que sempre preciso!
E, finalmente, irmã porque toda irmã é chata, briga e emburra, mas ama incondicionalmente, está no sangue, é inato!
Meus amigos!
Os irmãos e irmãs que eu pude escolher...Cada um em sua particularidade, loucos e santos, crentes, umbandistas, católicos, pagãos...
Loiros, morenos, negros, lilases, amarelos...Independente de sexo!
Lerdos, espertos demais,…

Sete minutos

Imagem
Quer saber como acabar com um amor em sete minutos? Eu sei!
Destile o seu mais profundo e letal veneno, todas aquelas palavras feias e cortantes que a autodefesa permite.
Use e abuse do orgulho, da prepotência e sinta-se superior.
Esconda a dor, manipule o nervoso, a falta de ar, o desespero...
Forje!Finja- se um ser de pedra, é sim...De pedra.
Não se arrependa, não chore, não sofra. O teatro precisa de você!
Depois, sorria e finja que é feliz, julgue-se superior, desminta que sente falta, diminua e relampeje!
E por fim, corte os pulsos, quando cair em si e descobrir que de nada vale toda essa palhaçada quando se ama e se quer de verdade.
Em sete minutos se vão as esperanças de uma vida, de um amor, ou simplesmente uma amizade...
O mundo pode acabar em sete minutos. Sete minutos, os mais insanos da minha vida.

Ana Paula Duarte.

As borboletas voltaram

Imagem
As borboletas voltaram. Mais coloridas, mais bailarinas e mais vivas do que nunca! Nossa, o quanto estavam distantes e apagadas, mas eis que se renovaram as suas forças, seu vigor e alegria. Esperança trouxeram de volta consigo. De dias melhores, de ares melhores, de pessoas melhores no mundo. O mundo... Este vil quase leva minhas borboletinhas, mas cansei de ficar sentada a esperá-las, chorando acomodada, como vítima... Levantei-me e fui buscá-las! Me trouxeram de volta o ego e a confiança, até meus velhos defeitos, tudo o que compunha minha essência, tudo o que sempre me fez ser este ser profuso, autêntico, por vezes antipática, por outras solidária... AS BORBOLETAS VOLTARAM' Quero que todos saibam da grande novidade! Que enche minha alma de um gozo inefável e inenarrável.
E quando elas chegaram, grandes e muitas foram as coisas ruins que expulsaram... Elas me ressucitaram!!
Como ansiava por seu retorno, eu amo minhas borboletas e é por elas que eu vivo!! Minhas borboletas são os meus s…