Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2009

Loucuridade insana e noturna!

Afinal o que é se permitir? E o que é conceituar ? Começo um texto perguntando, isso pode chocar, ou não!Adoro esse modo, espada de dois gumes, oito ou oitenta, os extremos! Mas pergunto mesmo isso, porque é a grande dúvida do momento. O que é se permitir? É apenas aceitar que há uma determinada vontade, realizá-la e realizar-se?Ainda que se quebrem algumas regras? Só isso? E conceituar, é o mesmo que definir e ao fazer isso delimitar também? É apenas isso? No sentido do dicionário pode até ser... E é. Mas eu quero buscar novos sentidos pra permitir e conceituar... O que essas duas palavras tem em comum? Sei lá. Pode ter tudo ou nada. Talvez eu nem saiba o que é filosofar, não tive grandes mestres, mas acredito já tenho certa vivência e isso me respalda. Sei é que gosto de escrever, de escrever o que penso, ainda que caraminholas, parafusos e pregos, umas coisas vão perfurar, outras nada farão, eu continuarei aqui, neste mesmo blog, com esse mesmo estilo e loucuridades m…

AAh...

Vou logo avisando, post desinteressante!


Só quero dizer
que quero viver com intensidade
numa voracidade,
como a velocidade 5 do créu.
Seguir viagem nessa terra de gigantes
Onde há nuvens e sonhos.
Imaginar, não!
Viveer!
Seguir exemplos, não!
Padecer...
E em meio a dores ou alegrias,
sentir sempre esta nostalgia
Que só se sente quando se vive como eu.
Como eu vivo?
Boa pergunta!
Respiro, me alimento, etc, etc...
Observo olhares, mãos, gestos, pessoas, o sol, a lua, o vento...
Absorvo vida, o Espírito que cada ser vivo tem
E tem luz, não há distinção.
Curto minhas fossas,
Vibro com as vitórias,
Jamais aceito um sábado de marasmo.
Amoo demasiado!
Odeio demasiado!
Sou composta de exageros,
exageros meus que me fazem tãao bem :D
Viver é o que há!
Ainda mais quando não se pensa muito no que é alheio.
Que grande presente temos, aproveitemos, então!!

Ana Paula Duarte, vivendoooo e feliz *__*
Ps:Não tive intenção de fazer apologia ao funk, naada contra, muito menos a favor.Só me referi aí em relação a velocidade, pois é t…

Cia Cuca de Teatro leva jovens artistas para os palcos

Imagem
Teatro é Ponto de Cultura em Feira de Santana. O convênio com Governo do Estado vem possibilitando a inclusão social de jovens estudantes da rede pública de ensino localizadas nas proximidades do Centro de Cultura Amélio Amorim, local onde o Projeto Cultura Mais Circo acontece desde agosto de 2009. Teatro, música, técnicas circenses e inclusão digital, são as oficinas gratuitas oferecidas aos 100 alunos das escolas Monteiro Lobato, Maria Antônia da Costa, Luiz Eduardo, Odorico Tavares, João Paulo II, Ecassa e Niltton Belas Vieira.
"Para fazermos a seleção das 100 vagas do Projeto contamos com o apoio dos diretores das escolas beneficiadas onde foi feito uma pré-seleção e, por conseguinte uma entrevista individual com os alunos que serviu de suporte para a seleção definitiva da primeira turma do Projeto", comenta a coordenadora geral Elizete Destéffani.
Para Camila Dias, monitora das aulas de inclusão Digital e assistente da coordenação, mais do que ensinar, o Ponto de Cultura …

As pessoas estão fantasiadas*

Imagem
As pessoas estam sempre nos surpreendendo.Sejam com boas ações, duvidosas, ou mesmo más.A verdade é que toda máscara cai um dia, por mais que se disfarce, pois a índole é algo indisfarçavel e a aura, coisas que poucos acreditam, não depende de temperamento para ser obscura ou irradiar luz.
    Durkheim, o pai da Sociologia, já explicava o "fato social" como um modo de manipular o indivíduo, impondo-lhe regras e dogmas da sociedade, ou seja, fazendo-o pensar que antes do individual está a coletividade.Mas, de fato, qual é o indivíduo que pensa assim?Bem poucos, e a maioria já morreu e foi canonizada, outros estão por aí, e nós precisamos nos esbarrar em pessoas assim.     A grande verdade do ser humano é que somos todos egocêntricos e estamos a todo tempo usando uns aos outros e ninguém quer assumir essa clara verdade.Usamos, crescemos, sugamos e quando aquele outro ser não nos oferece mais nada, quando já não há interesse ou se encontrou algo novo a ser explorado, tem-se o…