Cia Cuca de Teatro leva jovens artistas para os palcos


Teatro é Ponto de Cultura em Feira de Santana. O convênio com Governo do Estado vem possibilitando a inclusão social de jovens estudantes da rede pública de ensino localizadas nas proximidades do Centro de Cultura Amélio Amorim, local onde o Projeto Cultura Mais Circo acontece desde agosto de 2009. Teatro, música, técnicas circenses e inclusão digital, são as oficinas gratuitas oferecidas aos 100 alunos das escolas Monteiro Lobato, Maria Antônia da Costa, Luiz Eduardo, Odorico Tavares, João Paulo II, Ecassa e Niltton Belas Vieira.
"Para fazermos a seleção das 100 vagas do Projeto contamos com o apoio dos diretores das escolas beneficiadas onde foi feito uma pré-seleção e, por conseguinte uma entrevista individual com os alunos que serviu de suporte para a seleção definitiva da primeira turma do Projeto", comenta a coordenadora geral Elizete Destéffani.
Para Camila Dias, monitora das aulas de inclusão Digital e assistente da coordenação, mais do que ensinar, o Ponto de Cultura tem sido um aprendizado. “É muito gratificante ver a alegria exposta no olhar de cada jovem diante da evolução que vão tendo a cada dia. A relação de respeito e admiração pelos professores e colegas se faz presente a cada novo encontro. E mais do que mostrar o seu potencial artístico, o jovem exercita a cidadania e se torna um conhecedor de seus direitos e deveres para com a sociedade”, enfatiza.
E para mostrar o que os jovens aprendizes já sabem fazer em apenas quatro meses de Projeto, a Cia Cuca de Teatro convida a comunidade para prestigiar o espetáculo “Brincando de encenar”, onde os alunos do projeto Cultura Mais Circo terão oportunidade de subir ao palco pela primeira vez e mostrar que são verdadeiros artistas brincantes. O espetáculo promete divertir apresentando uma série de números circenses, cenas de teatro, música e muitas brincadeiras. Em meio a um clima de suspense, que se instala logo nas primeiras cenas, o público é informado que as grandes atrações do espetáculo "O Leão Dinamarquês e o Sapo Cururu Francês Legitimo Sumiram". A confusão está armada e todos terão que se empenhar para encontrar essas figuras hilárias. Mas enquanto os dois animais não aparecem à turma vai ter que improvisar de qualquer forma para que o público não deixe o teatro e assim acabe o espetáculo.
A apresentação está marcada para este domingo, 6, às 9h30, no Teatro do Cuca e a entrada é um quilo de alimento não perecível.
(Com informações de Elizete Destéffani, da Cia Cuca de Teatro)

Texto retirado do Blog Stillo Brasil, do qual sou colaboradora.Vale a pena conferir!!
Blog Stillo Brasil

Comentários

Mai disse…
Que iniciativa e movimento maravilhoso.
É assim, vivendo o teatro que se consegue a liberdade de muitos grilhões ainda nos nossos dias.
Aplaudo de pé o projeto e teu texto que o divulga.

Abraços e admiração.
.Marrí Franco. disse…
Tem uma diversidade interessante de informação aqui.

Gostei.
Aprendo.

=)
EDUARDO POISL disse…
"No fim tu hás de ver que as coisas
mais leves são as únicas que o vento
não conseguiu levar:
um estribilho antigo,
um carinho no momento preciso,
o folhear de um livro de poemas,
o cheiro que tinha um dia
o próprio vento"

(Mário Quintana)


Desejo um lindo dimingo com muito amor, paz e carinho.
Abraços com todo meu carinho.

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

O olhar de Margot sobre a vida adulta

Escreva, Ana!