Um dia


Imagem do Google


E chegará o dia, Poesia
Em que teus versos serão lidos por ele
Abraçados por aquele calor
e ele saberá que me inspirou.
Pois ainda hoje,
a coragem não é lá a minha maior virtude
e o medo da rejeição paralisa-me a oxigenação.

E a minha inspiração?
Ressurge a cada  começo de madrugada, 
Regada a boa conversa e um bom café
Poesia da nostalgia,
Em tempos da falta dela

Ah, os versos de tantos que sempre me salvam
E dizem o que queria dizer a minha alma,
Caso não tivesse engasgada.

Porque ele, um dia
Segurou forte a minha mão
Aqueceu-me o coração
E me mostrou que amar é bom.
E não há aqui compensação alguma,
Que não seja a tentativa de eternizar
Por mais um breve momento
Os dias em sua companhia
E ele saberá, um dia.


Ana Paula Duarte

Comentários

Táxi Pluvioso disse…
Venho desejar um BOM NATAL (com poesia).

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

Escreva, Ana!

O olhar de Margot sobre a vida adulta