Meia-noite


Apagar a luz,


É hora de dormir e esquecer quem fui.


Embrulhar-me em meio ás cobertas,


Ser levada pela paz do sono...


Desligar os sentidos e sumir


Na dimensão do meu subconsciente.


Esquecer quem fui, esquecer quem fui, esquecer quem fui!


-


Raiou um novo dia,


Dia que me trará alegria!


Novas oportunidades, novos rumos, novas metades


Novo tudo, renova-se a liberdade!


Enamorar o futuro,


Não possuir saudade do passado


Ajustar meu tempo, precioso tempo...


Deve ser gasto com quem merece!


-


Mas, ah, já é meia-noite!


Apagar a luz.


Nascerá um novo dia,


Esquecer quem fui.


Ana Paula Duarte.

Comentários

Daniel Savio disse…
Hum senhorita Ana Paula, flertando com o futuro?

Mas, não esqueça do viver o presente, está bem?

Fique com Deus. menina Ana.
Um abraço.
Tem selinho da "Proximidade" la para vc.

beijooo.
Peter Pan disse…
Oh, Doce Amiga:
Que lindo poema de magia fabulosa concebeu por mãos de ouro puro.
Fiquei com a sensação de uma beleza e pureza imensas feita com uma sensibilidade poética maravilhosa.
Perfeito Post.
Beijinhos de amizade que a estima e respeita.
Sempre a admirá-la e a considerá-la

O meu outro heterónimo de Pena - Peter Pan

OBRIGADO pela sua doce amizade de encanto!
R.Vinicius disse…
Esse ciclo dito nos seus versos é belo se o olharmos de perto; belo como o poema. O nascer do dia e seu fim tem um grande significado. Bom que os dias passam e que sempre podemos começar.

Abraço,

R.Vinicius
loira mexicana disse…
Pior que é por aí mesmo....mas não esquece muito de quem você é...viu???
O Profeta disse…
A terra dorme em sobressalto
Um grito brota da alma
Danço com esta bruma de Inverno
Rodopia em meu peito uma estranha calma

Águas despertas, Mar bravio
Cai sobre mim um nevoeiro perverso
Uma onda estende seu manto de espuma
Açoita as pedras adiando o regresso


Boa semana


Mágico beijo
Silvia disse…
Estava saudosa dos seus textos... nem vê-la feliz.
bj
Que lindo... escreva mais vezes!!! bjs
Pedro disse…
Nunca acaba este ciclo, este nascer e morrer do dia... Até que quando tudo acabar não nos daremos conta de tal.
Finalmente voltou a postarrrrrrrr!!!
Sabe o verso que mais gostei?
"Enamorar o futuro"
affff
Como preciso disso...Ele tem sido um bicho papão pra mim...Quero que se torne meu flerte, enamorar-me mesmo dele.
Gostei...
Posta maissssssssssssssssssss!
Pena disse…
Linda Amiga:
Quanta sensibilidade extraordinária e senssível jorra de si.
Tem tudo nas suas mãos de ouro puro que escrevem as emoções e sensações da noite.
cConcebem belos, admiráveis e profundos poemas de deliciar.

NUNCA soçobre. Tem tudo para alcançar a felicidade.
Doçura. Ternura. Encanto.
Lindo. LIndo. Lindo.
Vá. Levante a cabeça e siga firme nas suas convicções e anseios.
Beijinhos amigos que a respeitam imenso.
Cordialmente...
Boa Noite feliz!

pena

É um Ser Humano perfeito.
Bem-Haja, amiguinha.
Tem selinho la pra vc.

beijooo
Daniel Savio disse…
Está meio sumida senhorita Ana Paula...

Trate de voltar está bem?

Fique com Deus, menina.
Um abraço.
Anônimo disse…
Amiga!Como escreves bem.
Quando eu crescer vou escrever igualzinho a você!rsrs
Muito lindo!

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

Escreva, Ana!

O olhar de Margot sobre a vida adulta