Incongruência

Num encontro generoso
Duas almas se fundiram
...

Mas, num desesperado defender de egos
Separaram o enlace doloroso
E os caminhos não mais se bifurcam
E a tal incongruência, bendita ou não
Dissipou a união.
Era justo ou injusto?
Tantas são as interrogações!
Mas de certo há paz no caminho,
Ainda que se caminhe sozinho 
É o caminho escolhido. 
Há dor, mas há paz
Há saudade, mas há liberdade.
Discrepâncias a parte, 
Sempre há que se ter respeito.
E se for pra culpar alguém,
Foi ela- a incongruência.
Esqueceram de perguntar até onde iriam um pelo outro.
Acabaram em lados opostos,
Corrigindo o acidente.
Acidente?
Maldita incongruência!


Ana Paula Duarte.







Revelação- Engenheiros do Hawaí

Comentários

Anabel Pascoal disse…
Não se pode lamuriar o dia em que se finda... Assim o universo quis, assim energias conspiraram... O fim tem sempre o gosto do novo, da nova vida está a desabrochar... Os sentimentos são fugaz, tal como a vida.
Talvez esta seja a beleza do viver... o novo sempre aproxima-se.

Muito belo seu texto... Adorei!!!!!
Rodrigo Garcia disse…
Quanto caminhos errados precisamos pegar até achar o caminho certo?? Tanto faz, todos os caminhos são errados e certos.

Saudades de visitar o seu espaço, Ótimo post!

Beijos
Léo Dias disse…
Achar um pseudo culpado para que os personagens principais possam trilhar seus caminhos em paz não é pra qualquer um, é coisa de artista... rs Vou me lembrar disso quando precisar; áh E como precisarei!!! rsrsrs bjs linda!
Jeyson Rodrigues disse…
Brinde às desgraçadas incongruências que nos apresentam graciosas possibilidades outras de (in)congruir. Parabéns, moça. Texto da porra (rsrs). Bj
Anísia Neta disse…
Ana!
A vida é feita de encontros e desencontros... A novidade de vida está em fazê-la nova a cada dia! Vc faz as suas escolhas e as suas escolhas fazem você! Não há como fugir de vc mesma! Siga na "esquisitisse" da sua existência que certamente estará sendo mais coerente do que quem se perde de si mesmo para se uniformizar com a "humanidade"...
Não lamente a incongruência!!
O caos gera sempre uma nova ordem! E essa ordem um dia será desorganizada novamente pelo caos... esta é a nossa travessia!
Anísia Neta disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Ótimo!

Quando os caminhos não se bifurcam mais, o jeito é seguir em frente - e sempre encontramos coisas boas nesta caminhada.

Abraços.
Aaaah meus queridos!Qtos comentários poéticos, que orgulho!! Obrigada por cada palavra e ponto, na mais sábia reflexão. Só posso ousar dizer que é isso aí!Sigamos, pois temos muiito mais frutos para colher no meio do caminho...Viva as incongruências, viva nossas escolhas, um salve ás diferenças e a toda esquisitisse existente em nosso ser. Um beijo a todos, obrigada pelas vossas presenças aqui.
Val disse…
seu blog é uma obra de arte...

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

Escreva, Ana!

O olhar de Margot sobre a vida adulta