Frenesi

        É sintomático! E cá estou novamente, entre o delírio das emoções e a distância de uma razão que não quero e que não admito seguir. 
          E como é bom este correr do rio da vida, que nos leva daqui para ali e de lá para cá. E na minha terceira margem do rio, só quero mesmo é experimentar essas besteiras gostosas de bem-querer. E se a correnteza sempre me faz retornar a estas redondezas, é porque aquela incompletude precisa ser preenchida, àquele pertencimento de corpos precisa ser feito. O legal de todo esse jogo de conquista e reconquista é que a vida é mais latente... A gente sente que sempre pode amar e sentir tudo igual e tudo diferente. A gente dá e toma banho na chuva de renovação e esquece mesmo de todo o resto. Eu acredito sempre.
Nas margens de mim, eis que me entrego e ao som do desconhecido num crepitar de sentimentos, vou no embalo do querido, pois que tudo o que  importa agora é este sentir tão cheio, este palpitar de coração sangrante, que sempre ama e que ama sempre, sem enxergar mal algum nisso. E não tem nada a ver com a pós- modernidade e a efemeridade das relações e sim  com as oportunidades que a vida nos dá para que revivamos e que sonhemos todos os dias. Para tanto, há que se ter coragem e fugir do comunal. Eu tenho e vou! Porque o que me move ainda é o bater forte do coração, aquela falta de ar, aquele esperar... E não me peça pra parar, eu não tenho freios! Não me peça pra não sentir, se eu sou inteira neste querer. 
         Para onde os meus excessos me levarão? Ora, para o mundo da vida, entre descobertas, diversidade, um mundo que não aceita pessoas hesitantes e medrosas. O mundo de quem quer viver o tudo e não aceita apenas uma única escolha, uma única verdade, um único amor, um único e último pulsar. E deixa estar este frenesi, sempre é hora de se permitir.


                                                       


"Dentro da felicidade eu estou em casa!"
      Lou Salomé




Ana Paula Duarte, num estado impetuoso.

Comentários

Saudades de vc e desse lindo cantinho.

Bom fim de semana para vc Ana.

beijooo.
Anísia Neta disse…
Uau mulher!!! Vc é surpreendente!!! A paixão tem mesmo dessas coisas... deixa a gente inspirada, com vontade de viver, vontade do melhor da vida!!!
Parabéns Ana!!! Cada dia uma Aníssima pra gente conhecer e admirar!!! Xero miga!!!
Adri Ferreira disse…
Lindo Aninha!!
Parabéns!
Bjoooo
Sonhadora disse…
Minha querida

Um texto maravilhoso que adorei.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora
jefferson disse…
Parabéns Ana... Saudades de vc viu, e das suas resenhas engraçadas. Xero

Postagens mais visitadas deste blog

O olhar de Margot sobre a vida adulta

O Profeta