Obrigada, Maurício!



    Há exatamente dez anos atrás você recebeu aquele pedido de casamento e disse não com tanta convicção que foi assustador!  Não que desdenhasse de quem tanto te queria a seu lado, mas por querer insaciavelmente experimentar uma liberdade desconhecida de menina cristã cheia de dogmas, mas com tantas dúvidas e revoltas intrínsecas que te atordoavam a mente.
    Você tinha certeza de que nada sabia, e hoje que sabe um pouco mais, já compreendeu que continuará nesta busca, mas já agradece por ter dito aquele não tão rápido como hoje bebe uma dose de Seleta. Você olha para trás e vê que foram poucas as perdas, mas os ganhos foram muito mais significativos. Um salve àquele não de outrora! E viva toda aquela rebeldia que para muitos era "sem causa". Viva todas as ebulições mentais que te fizeram ter posturas tão diferentes do que esperavam muitos! E hoje, você sabe que ele não suportaria conviver com este teu ser livre, frenético, desprendido... E viva àquela virgindade pura, àquele medo demente de ter filhos, aquela vontade de conhecer o mundo lá fora. Porque aquele quadrado não comportaria... E ainda que houvesse conforto, não haveria a pessoa que você é hoje. Mais humana do que antes, menos preconceituosa e aceitando-se assim,  bem longe de padrões e de encaixes.
    E se foi um amar gostoso, hoje você guarda na memória como o seu segredo, agora aqui em linhas revelado. Porém, não passa disso... Uma carta guardada na gaveta, uma vez no ano você vai lá e lê, relembrando tanta coisa. Mas logo a coloca de volta, é lá o seu lugar. E depois, segue para a vida onde encontra tanta gente e tanta novidade! Respirando fundo com vontade, segue. E, intensa, você aprendeu a absorver tudo, as coisas boas que as pessoas podem te dar e que você aprende. Nada material, mas conteúdo essencial aos seres humanos especiais.
    E você não pensa em casamento agora, não como pensava antes. Porque reflete. Se tivesse dito aquele sim, como seria sua vida hoje? Teria perdido tudo isso que aprendeu e foi constituindo dentro de sua caminhada, isso é fato! Porque hoje você olha para ele e já não o encontra. E ele, se olhar para você, já não encontrará aquela menina. Você não consegue se projetar numa vida comum, não para responder a família e sociedade... Só se for por amor e o amor é livre! Então, você suspira aliviada. Escolhas, ah, você já fez tantas e algumas tão loucas, mas, há algumas que eram estrategicamente importantes para seguir no caminho de   seu sonho mais  douro: a liberdade indizível e impalpável.
    E hoje você não se sente só, pois nos momentos de solitude, você se basta. E nos momentos de multidões, se destaca. Hoje, aquele momento com o qual você sempre sonhou chegou e você o aproveita, aderindo novas concepções, leituras e releituras da vida, sonhando novos sonhos, novas esperas e novos deleites. Até novos amigos você fez, contudo, sem esquecer-se de todos os seus amados companheiros de caminhada. A sua fibra se fortaleceu e venceu aquela violência silenciada que tanto lhe doía, você foi ao ápice da denuncia social, da contestação, de si mesma, quebrando os seus tabus, travando batalhas consigo mesma, venceu suas guerras interiores e tornou-se forte.
  Enfim, você chegou a maturidade! Sem tantos amores estilo os clichês mexicanos, sem tantos dramas latentes... Uma frieza que veio com o tempo, mas sem gelar o coração. Uma sabedoria de silenciar, engolir sapos, de conviver e não vomitar suas verdades. Ah, as dores da vida você agradece: mais precisamente aos nãos estratégicos e inesquecíveis.


"É bom olhar pra trás e admirar a vida que soubemos fazer... ♪"



Ana Paula Duarte, a pé até encontrar um caminho, um lugar, pro que eu sou...SEMPRE!
E é nos dias em que o medo pede passagem e nos inunda que podemos abrir caminhos para reavaliações e do próprio caos retirar forças para emegir.
:D


PS: óbvio que Maurício é um nome fictício...

Comentários

Em minha cesta de Páscoa, você encontrará muitos desejos para o amor e a felicidade, para a saúde e a prosperidade, para a sabedoria e o conhecimento, e para o prazer e o relax. Desejo a você saúde, felicidades, alegria, equilíbrio, harmonia e que consiga ir além das etapas ordinárias e descubra resultados extraordinários. Que continue tentando alcançar suas estrelas. Que realize seus sonhos. Que reconheça em cada desafio a oportunidade, e seja abençoado com o conhecimento de que tem a habilidade para fazer cada dia especial. Que tenha bastante riqueza para atender suas necessidades, e sempre lembre que o tesouro real da vida é o amor. Agradeço o seu carinho e agradeço por todas as maneiras que somos semelhantes e todas as maneiras que somos diferentes. Agradeço a Deus, do fundo do coração, com um sorriso interno que eu desejaria que todos pudessem ver... A Ressurreição do Mundo. Pois ainda não entendiam a Escritura, segundo a qual Jesus devia ressuscitar dentre os mortos... (João 20:9). Pela lei fundamental da natureza, todas as coisas se renovam constantemente, cumprem um ciclo e se renovam. Deus deu-nos as estações - cada uma com suas próprias belezas e razão, cada uma significando uma benção, uma alegria, e o sentimento do amor. Deus deu-nos sonhos - cada um com seu próprio segredo, cada um emitido para dar-nos sentimentos de inspiração, esperança, e tranqüilidade. Deus deu-nos a luz do sol, o arco-íris e a chuva, a beleza e a liberdade da natureza para ensinar-nos a sabedoria. Deus deu-nos milagres em nossos corações e vidas, coisas pequenas que acontecem no dia a dia, para nos lembrar que estamos vivos. Deus deu-nos a habilidade de enfrentar cada novo dia com coragem, sabedoria, e um sorriso de saber. Saber que seja o que tivermos que enfrentar é mais fácil com Deus habitando em nossos corações. Sobretudo, Deus deu-nos amigos para ensinar-nos sobre o amor e para guiar-- nos através deste mundo, e Ele está sempre disponível para ajudar-nos para uma compreensão maior e compartilhar e dar mais amor.

Feliz Páscoa Anissima.

beijooo.
Táxi Pluvioso disse…
É raro dizer-se não, atualmente, casa-se, e depois divorcia-se. boa semana
Thiago El-Chami disse…
Há casos em que o ter sido é um bom pra sempre ser. Isso se aplica, sobretudo, aos nãos que perfazem a gente, lá na carne da alma.

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

O olhar de Margot sobre a vida adulta

Escreva, Ana!