Um povo sem Deus?


Haiti, Haiti e Haiti. É só do que se tem falado, é só o que os noticiários têm mostrado. Muitas teorias têm sido criadas na tentativa de explicar os motivos que levaram ao terremoto de 7.0° na Scala Riscther em um país que já vivia em ruínas por causa da guerra civil. Haiti, o país mais pobre da América.

A cidade exala morte. Um cheiro que só agora é evidente, mas será que ela não já não exalava esse odor antes e só com essa catástrofe foi possível perceber? O que a guerra não destruiu, o terremoto o fez. Crianças, jovens, adultos, idosos, animais. Estavam todos em sua rotina diária quando foram surpreendidos pela morte. Algumas pessoas remetem á um fato parecido, a cidade de Pompéia, engolida pelo vulcão Vesúvio na Roma Antiga, séculos antes de Cristo. Outros, a cidade de Sodoma e Gomorra.
E a pergunta central é: uma catástrofe natural ou um castigo divino?
Um povo sem Deus? Sem deus? Sem deuses? Os Haitianos não cultuam apenas um deus, diferentemente de nós brasileiros (monoteístas, de maioria cristã), é comum ver nas discussões sobre o assunto que essa tragédia foi consequência das heresias, da feitiçaria, do vodu e do paganismo desse povo, que não professa a fé cristã.

Mas, paremos para pensar. Será Deus de fato um ser egoísta e com problemas de autoestima que precisa a todo tempo de pessoas levantando mãos e o adorando e "bajulando" a todo tempo, e aqueles que não fizerem isso, serão flagelados? E mais, será mesmo Deus essa criatura injusta que com um chicote nas mãos fica dando chicotadas nos "maus meninos"? Acho que nós humanos não sabemos nem metade sobre Deus e construímos uma imagem dele embasada em nós mesmos, no que sentimos e no nosso modo de agir. Ele é divino (coisas que não sabemos ser) e como tal, não pensa como nós e não age como nós, não perdoa como nós. DEUS AMA A TODOS INDEPENDENTE DE SUA FÉ! Ele não nos castiga, mas as coisas que nos acontecem, sendo boas ou ruins, são consequências de nossas atitudes. Deus quer que as pessoas o amem por amar, assim como respiram por respirar e não mecânicamente, ele quer que amemos a vida, as pessoas, dessa mesma maneira, natural.

A natureza tem sido agredida ao longo dos tempos, mas nos últimos dois séculos, principalmente depois da Revolução Industrial, o meio ambiente foi sendo alterado e degradado, com isso, as catástrofes naturais só tem aumentado a cada ano e não tem escolhido lugares, classe, partido ou cor. Há uma frase que eu ouvi na 5° série de uma professora de Ciências que enfática disse e eu nunca mais esqueci:

-Deus perdoa, mas a natureza não!

É a mais pura verdade, porque a natureza está mostrando sua revolta.

Há pouco passou na TV o desespero dos haitianos ao caírem dos helicópteros com ajuda humanitária da ONU, países e ONGs, caixas com mantimentos e as pessoas subiam umas sobre as outras desesperadas disputando alimentos, empurravam-se, lembrando mesmo os animais. Mas tudo isso é facilmente explicável... Elas estavam há mais de três dias sem comer.
          Fiquei olhando as imagens e me perguntando onde estaria Deus. Estaria recolhido á sua grandeza no céu, sentado em seu esplendorosa trono sem nada a fazer? Tenho certeza que não e essa certeza vem da minha fé neste Ser. Acaso Ele criaria o homem, lhe daria a terra como morada e os deixaria nela padecer? Será que Deus não sofre até mais do que nós ao ver essas imagens, até porque ele as vê de um lugar "privilegiado" por sua onipresença?! A fé,o firme fundamento das coisas que não se veem. Mas nós vemos Deus. Nas pessoas. Portanto, não me importa seja lá que nome darão para Ele.
Ele nos deu esse planeta e o nosso livre arbítrio, nós é que estamos gerenciando nossa morada de forma a degenerá-la. Nós somos os nossos próprios algozes. Alguns vão falar várias coisas sobre essa questão do livre arbítrio, mas é fato que nenhum ser humano gostaria de viver como uma marionete, muito menos de Deus e ele sabe disso, foi ele quem nos fez, ele nos conhece mais do que nós mesmos. Tenho certeza que Deus se compadece dos haitianos, porque não olha ninguém por sua religião, nós é que fazemos isso, ele olha o nosso coração e faz um verdadeiro raio X.

Apesar de toda destruição e tantas mortes, vi imagens de pessoas em meio ao caos, já falando em reconstrução, dizendo que juntos levantariam a capital novamente. Isso é lindo! É nesse poder que acredito no nosso poder de reconstrução, de mobilização. O país que vivia em guerra está jogando as armas no chão e dando as mãos, porque tem consciência de que somente unidos conseguirão reerguer seu país. Acredito neles. Acredito também que "depois da tempestade há bonança". E também não acredito que há um povo sem Deus, pois ainda que não queiramos, temos com ele uma ligação umbilical, não importa em que acreditamos e se acreditamos.

Esse texto foi escrito com base em conversas sobre diversos assuntos que terminaram neste, o Haiti. Aí encontram-se discursos de amigos: Marcos, Quezia, Dayane, etc., que não possuem necessariamente a mesma opinião e acredito eu que isso enriquece as discussões. Não me importa se todos falam desse assunto, se é redundância, ou se o texto é muito longo para um blog,  escrevo o que gosto e me sensibiliza. Também pouco me importa se as pessoas vão ler tudo ou não, se comentarão ou não, se concordarão... Escrevo por necessidade.

Oremos, rezemos, pensemos, expressemos nossa fé, seja qual for, em função do Haiti, em uma corrente de boas energias.

Juro que tentei resumiir!

Ana Paula Duarte.

Comentários

Bom texto ! Acho que vc conseguiu mostrar be seus pontos de vista , e soube citar bem as pessoas com as quais conversou.

Eu penso que se Deus quis chamar atenção foi pra que as pessoas acordassem e enxergassem o Haiti , mas acho que Ele não seria capaz de matar tanta gente , porque Ele não é um deus opressor.

O fato é : poruqe precisou um desastre para que o Haiti fosse o centro de tudo ?

Porqe ninhuem pensou nele antes ?

Onde estava os Direitos Humanos antes ? Onde está agora ?

Outro fato ...

vão perder muito tempo tentando encontrar a resposta pra o tal tremor de terra , e o que se faz para evitar qe a natureza seja menos severa com aqueles que a feriram ?

O que restará para aqelas crianças que nasceram em meio ao tremor ?

Um país devastado ou um país renovado ?

Beiijo Paula !
Dayane disse…
Acho q sem Deus sim. Primeiro q eles n cultivam a Deus e justamente por Deus ter dado o livre arbítrio q ele agora não se manifesta em defesa.
Em relação a natureza, se esta tivesse algum alvo com certeza seria os eua, pois a manifestação cultural contra a natureza lá é gritante. No Haiti a religião predominante é o catolicismo, mas o presidente haitiano, Jean Bertrand Aristides, ex-padre católico, declarou, em abril de 2003, o vodu como religião oficial do país, onde o candomblé, umbanda e derivados predominam de forma drástica, n é q são prioritários, são únicos mesmo! Lá n se fala em Deus, lá eles cultivam deuses q eu, particularmente, sei q não é cheiro do Deus nosso. Deus n castiga, assiste e gosta. Com certeza é qm mais padece por tão situação. Mas Deus dá a liberdade e a conseqüência é conseqüência, é o dito: “qm procura, acha!” por isso eu, particularmente, mesmo sendo entendida da vida social do Haiti, sinto q é justiça divina, que se estende e serve de exemplo... Acredito muito nisso. Talvez meu momento espiritual esteja refletindo sobre, mas acredito tb q “geração padece por geração”. E uma coisa eu tenho certeza, se Deus quisesse, nada disso teria acontecido. Mas n é q Deus quis, é como o texto mesmo disse: “o livre arbítrio” ta aí pra isso.

Leia esse texto, em reforço a concepção de qm vos escreve:
“O povo Haitiano estão sofrendo o alto preço do pecado? Ql é sua opinião?
Não acho q Deus tem prazer em tragédias, ele é bom e justo!
Porém a bíblia nos fala das calamidades e do fim dos tempos!A palavra se cumprirá, assim a bíblia relata cidades destruídas por causa do pecado, idolatrias de todo tipo. Assim sabemos q na África e no Haiti perseguem o evangelho e cultuam a demônios,praticam o vudu, como em terreiros de macumba conhecido como candomblé no Brasil, a bíblia diz: “feliz é a nação cujo Deus é o Senhor!” Nesse ponto esse povo é carente e infeliz da palavra de Deus, precisa de nossas orações, oq vc pensa em relação a tudo q esta acontecendo por lá? Seria por eles darem legalidades demoníacas ao invés de servirem ao criador, ou seria apenas uma tragédia sem origem espiritual!! Todos os viram andam pelas cidades mesmo com tragédias fazendo o vudu q são costumes antigos do seu povo!” Opinião de Anie, Google.

Continue escrevendo Ana, vc nos traz grande conhecimento!
Cadinho RoCo disse…
Tanto a culpa quanto o perdão são procedimentos típicos de nós humanos. Nós é que criamos a culpa e o seu inverso, que é o perdão. No plano de Deus, tal como escreveu, não temos a menor possibilidade de entender nada, absolutamente nada. Temos, devemos e podemos sim é agir por força do amor, que é a que nos remete a uma sintonia direta com Deus e, por consequência, aos nossos irmãos haitianos, patrícios de continente posto sermos, tal como eles, americanos.
Cadinho RoCo
Beto Lopes disse…
Bom, eu não vou entar no "x" da questão, só gostaria de parabeniza-la por escrever de forma tão espontânea, ao ponto de transmitir a emoção que para o leitores.

Um abraço!
HSLO disse…
Brilhante!!

Abraços
em tua alma.
quezia disse…
Com certeza...a culpa não é de Deus..
acho até "injusto" e perca de tempo, procurar culpados em uma situação como essa onde há tantas vitímas...existem tantas coisas em relação a isso, gostaria de pontuar algumas.
- o Haiti vive em guerra a muito tempo..destruição, morte e falta de paz não são novidades para aquele povo, o que nos faz então, de repente achar tudo aquilo tão ruim? Sendo que eles já vivem em situação desastrosa a tanto tempo? Acredito que seja a questão da urgÊncia, nós somos mesmo assim..hipocritas, deixamos passar um elefante..mas nos engasgamos com uma formiga.Não quero menosprezar o sofrimento dos irmãos haitianos...não consigo nem imaginar qual deve ser o "cheiro de morte" .Mas só queria que refletissemos e se fosse conosco?se fosse no Brasil, será que iríamos conseguir escrever, refletir, procurar culpados...com certeza não, estaríamos juntando os restos, tentando reconstruir,isso é o que eles estão fazendo.o Haiti com certeza será reconstruido, mesmo que demore,o que acho dificil de se recontruir é a humanidade..digo,acho dificil que a humanidade se humanize, ou naum sei..talvez sejamos assim justamente por sermos humanos..deveria então esperar que a humanidade seja menos humana?Complicado...só sei que seria bom que ao invés de sermos tão "refletidores"(isso é neologismo? ) fossemos mais voltados as ações..e não falo de pegarmos um avião e irmos abraçar e afagar as crianças haitianas...
com isso,passo para o outro ponto
- o "Haiti é aqui", meu Deus... quantas vezes vc já viu uma criança pedindo comida?uma mulher doente sem tratamento,um velho largado catando lixo pra sobreviver?? E pq isso não nos assustaaa?? AAa já sei, eles estão pagando né?Estão sendo castigado por algum deus...eu já vi várias vezes pessoas assim, deve haver mesmo muitos deuses...pra conseguir dar conta de tanta punição...será necessário um terremoto pra que a gente possa enxergar nossas desgraças?
e outra coisa..é sobre os haitianos de novo,e sobre como as desgraças nos tornam "humanos"...
-antes do terremoto, guerra,conflitos,inimizades, roubos..desunião.agora??cabou.cabou tudo, não há mais pelo que brigar.Vamos dar as mãos e chorar,pedir a algum deus que se apiede de nós, que mande logo alimento, água, alguém...incrivel isso,o ser humano é mesmo surpreendente.!!
talvez um terremoto salve o nosso haiti...que é aqui...
- último ponto é sobre Deus mesmo, apesar de me sentir(des)humana demais pra falar Dele. Deus vc é d+.amo vc, e o modo como sempre consegue ser o tema das conversas dos (des)humanos, tadinhos de nós, confusos, perdidos,sem resposta, e qdo não há mais nenhuma explicação surge seu nome: Deus sabe de todas as coisas..huhu, sabe mesmo, sabe inclusive que nós não amamos o próximo como deveríamos, que nós destruimos a natureza com nosso consumismo esgoista, e que somos tão fracos e pequenos que quando a situação aperta...gritamos por Ele, mas quando estamos bem o tema das nossas conversas é nosso cabelo, nossas roupas,nossas vidas...e Ele sabe tb que se uma criança morrendo de fome não muda isso,um terremoto tb naum ajuda muito.
R@mon_Vitor disse…
Aos que dizem que foi castigo pra idolatras, cuidado!
Brasil é tão idolatra quanto com os diversos santos aqui existente.
É muito complicado procurar culpados, mais complicado ainda é culpar Deus.

Deus em sua imensa sabedoria está além dos julgamentos humanos. Muito além...

A mim, cabe oração aos perdidos nessa catástrofe, não julgamento.

Fique com Deus.
Danilo disse…
Jesus está Voltandoo!!
Ana Paula Duarte disse…
http://br.noticias.yahoo.com/s/reuters/mundo_haiti_terremoto_gangues

A quem interessar!
A raça humana é mesmo desprezível...
Gutox disse…
Curti muito o texto em questão,belo ponto de vista exposto.Não acho que agora é hora de dizer que foi culpa de fulano de tal ou seu vizinho mas creio sim que é o momento de pedimos a Deus que tenha misericórdia de nós pois aconteceu lá e poderia acontecer aqui,não estamos isentos de nada.Então creio que ao invés de procurarmos culpado possamos orar por aquelas pessoas que foram afligidas por tal catastrofe.Haiti,ai de mim e ai de ti se Deus não tiver misericordia de nós!Que Deus não deixe que aconteça conosco.

Ps: Te AMo Senhor! =]
Ana Paula, estava comentando no blog da Lis e ví seu comentário por lá. Achei interessante e sério. Então vim conhecer seu blog. Adorei. Dei uma "passeada" por aquí e achei tudo muito bem feito e interessante. Eu nem vou seguir o seu blog. Vou perseguir! Beijos com carinho. Manoel.
Rafael disse…
Parabéns Ana!
Belo Texto!

Afirmar que os Haitianos estão sendo "castigados" por Deus é condenar todo um continente[continente esse de onde veio tal povo e tal cultura,a África]condenariamos também assim boa parte do Oriente, povo que tb tem sim um Deus ou Deuses,apenas não creêm na figura de Jesus Cristo.
E Pq Jesus e n Maomé? ou pq n Buda?
Certamente se morassemos em algum desses lugares acreditariamos em um outro Deus q n esse da fé cristã.Cada um tem sua fé e n cabe a nós afirmar qual é a certa,um povo n pode se julgado ou condeno por sua religião.Seria muita pretensão achar q nossa fé é a correta e n a deles.E pq seria a nossa mais correta ou a certa?
Pq está escrito!? E se a fé deles for mais antiga q a própria escrita? e se essa fé for tão grande q n precise ser escrita ou medida?
Enfim,que esse povo tão sofrido se recupere e possa novamente expressar sua fé,costume e cultura.
Zé Carlos disse…
Olá menina linda, primeiro quero agradecer sua simpática visita. (Fui o visitante 5555 do seu Blog)

Venha sempre que puder pois será sempre muito bem-vinda.

E lembre-se sempre "Deus veio para nos salvar e não para nos condenar"

Um beijo enorme, ZC
Desnuda disse…
Bom dia, Ana Paula!

É um excelente texto e concordo com você. Não foi Deus. E não creio num Deus vingador, cruel e injusto. Há pessoas que se alegram por acharem que é uma prova da Sua justiça (?) e onipotência nesta hora de extrema dor. Não creio neste Deus. E para os que acham que " Jesus está chegando", deviam lembrar-se que Ele veio para trazer noção e compreensão de amor, união, fraternidade, caridade, perdão e humanidade e não para julgar e condenar. E foi julgado e condenado e assim determinado na sua missão para deixar, pelo exemplo, um legado de amor e humildade à Humanidade. Se vier, estes que se acham investidos na impiedosa capa dos justiceiros, certamente serão os primeiros a serem condenados, porque agem tal qual os que O condenaram : injusta e impiedosamente. Jesus, feito homem, filho de Deus para sentir nossas dores e trazer a redenção. Não há unidade, não há paz desde sempre por falta de compreensão dos valores humanos e divinos. Não há respeito entre irmãos, TODOS filhos do mesmo Criador e pela Natureza, feita pelo mesmo Criador. Sem perdão e amor, não há paz entre os homens. Portanto, não culpemos Deus., mas a insensatez dos homens.


Beijos e obrigada pela visita!
Everson Russo disse…
Não minha querida amiga, Deus não é um ser egoista, Ele nos mostra de diversar formas a sua existencia, e essa tagedia talvez seja uma dessas formas, é meio complicado a gente entender, mas biblicamente falando quantas tragedias existiram pra mostrar o poder Dele...uma otima semana pra ti querida e um beijo no coração.
A Magia da Noite disse…
o problema passa mais pelo que o Homem está fazendo para a Natureza que qualquer outra divindade ou credo.
Sandra disse…
Bom dia Ana!
Passei para agradecer sua visita e comentário,lá em nosso espaço.Grata de coração!Sinta-se à vontade para voltar quantas vezes desejar,pois será sempre bem vinda!
É bom ter textos assim,como o seu,para se pensar...Gostei!Parabéns,menina!
Te desejo uma excelente semana...Beijos no coração e té+!
Lucas disse…
Pela primeira vez em 2010 um texto que me surpreende rsrs parabéns, eu achei que voce iria questionar a fé do povo haitiano... mas, a respeitou!
e tem toda a razao de dizxer que Deus realmente perdoa mas a natureza nao...

perfeito, nossa vida é reflexo dos nossos atos. infelizmente nossos atos nao recaem apenas sobre nos

bjxxx
perfeito
Ricardo Thadeu disse…
sou muito limitado para dizer de quem foi a culpa, se há culpados ou se a fé poderá ajudar em alguma coisa.

ligação umbilical com deus?
não sei.
rezemos, por via das dúvidas.

obrigado pela visita.
muito legal seu blog.
sucesso para você!

¡hasta luego!
Mai disse…
É, teu texto diz tudo. Beijos e obrigada pela visita.
Bandys disse…
Ana,

Plena sintonia mesmo.
Parabéns pelo texto.

Amar os outros é a única salvação individual que conheço: ninguém estará perdido se der amor e às vezes receber amor em troca.
Clarice Lispector

Beijos moça,
adorei a foto.
O que está faltando é mais amor entre as pessoas, crer em Deus e Orações.
Deus não castiga.

beijooo.
Everson Russo disse…
Um beijo carinhoso pra te desejar um belo dia.
Marcos Fellipe disse…
Todo Poderoso Deus... Onde vc estava? Crianças inocentes, famílias inteiras dizimadas, mais sofrimento a um povo que aprederam cedo que viver é sinonimo de sofrer. Qd me responder esta aproveita e diz tb pq é q vc permitiu que o capitalismo neoliberal, o mais perverso modelo economico foi o unico que sobreviveu no meio de tantos modelos economicos que surgiram no seculo XX, onde vc estava? Me diz onde estava qd Hitler persuadia até mesmo os pastores e padres de suas igrejas na Alemanha a apoiar o Nazismo, milhares de Judeus torturados até a morte... Me diz que tu não é somente o Deus de Brancos de olhos claros, que não enchergou o massacre sofrido pelos africanos feitos de escravos, humilhados... Desculpa Deus mas não acredito em vc... Acredito em um outro Deus... Um que foi pobre como eu, foi escravo, foi torturado por um império como os africanos, e q nessa Tragédia do Haiti não continuou em seu Trono ridículo em um céu distante de ruas de ouro, mas estava lá em meio aos escombros levando um toque singeloi de vida e esperança onde só havia morte medo e escuridão...
Marcos Fellipe disse…
Parabens Ana!! Belo texto...
André do Carmo disse…
Lindo Texto, vim curiar em atenção a Srta Cordeiro, que ousou em publicar uma loucura minha e você comentou bem....seu blog é maravilhoso, e a sua visão a respeito de tudo é bastante clara e critica...bons textos, um bom ambiente de leitura!!!

Abraço,
Diana disse…
Parabéns, amigaa ... Seu texto merece ser postado na revista veja , rsrs .
Ótimo texto! Você tem futuro!
Franzé Oliveira disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Franzé Oliveira disse…
"Treme a terra
Choram os filhos
O homem procura
Doce ilusão..."

Franzé Oliveira

A MÚSICA DAS ALMAS
(Vinicius de Moraes)

Na manhã infinita as nuvens surgiram como a loucura numa alma
E o vento como o instinto desceu os braços das árvores que estrangularam a terra...
Depois veio a claridade, o grande céu, a paz dos campos...
Mas nos caminhos todos choravam com os rostos levados para o alto
Porque a vida tinha misteriosamente passado na tormenta.
ONG ALERTA disse…
Somos todos iguais e ninguém faz nada sozinho, doar é humano faz quem consegue, paz.
Dayane disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Táxi Pluvioso disse…
Imagino que no Haiti, neste momento, deve ser um bom lugar para enriquecer, com esta chuva de dinheiro, os mais espertos, enriquecerão.

Não dá para todos? Não! Mas ninguém disse que a vida era justa.

Quanto à história, e muito bom negócio, das alterações climáticas, a natureza já está a tratar, aumentando a população mundial, quanto chegar aos 100 mil milhões fica resolvido. boa semana
Braulio Pereira disse…
olá Ana Paula

voce tem um coraçâo de ouro

bem hajam mulheres como voce

para um mundo mais fraterno

com mais amor


felicitaçoes suas palavras

enriquecem almas

enternecem coraçoês

obrigado

beijos fraternos !!!!
Ana!

"Há corações que param no passado;
e para que isto não
aconteça com você deixo-lhe este
pequeno lembrete, para que o
seu coração, ao mover-se no futuro,
encontre sempre algo no
presente."

Fim de semana de luz amiga.

beijooo.
O Sibarita disse…
Dona menina resumo seu excelente texto numa coisa só: Desencarne coletivo por escolha em outras encarnações... Aqui a lei do livre arbítrio.

Claro Deus é bom, é justo, é perfeito!

bjs
O Sibarita
Bruna Trindade disse…
Hum, muito bem humorado seu texto! Mas achei muito interessante o modo como você conduziu a sua linha de pensamento.
Você expôs uma visão muito pluralista de Deus. Eu sinceramente não acredito nesse sincretismo religioso, que por exemplo, um cristão e um hindu podem ver a mesma realidade de modos diferentes, e ambas estarem corretas. Segundo o discurso lógico, isso é errôneo- duas visões não podem ser verdadeiras ao mesmo tempo, e essas mesmas não podem ser falsas ao mesmo tempo. Soou meio estranho a menção que você fez da natureza, pode não ter sido sua intenção, mas em alguns momentos você coloca Deus e natureza como coisas distintas. A revolta parte mesmo da natureza? Ela mesma, por si só? Não creio que oferecer louvores ao Deus que enviou o Seu Filho Unigênito para nos salvar sejam 'bajulações', até porque Ele diz que o que Ele procura são VERDADEIROS ADORADORES que o ADORE em Espírito e em Verdade. Sim, Ele sabe e reconhece os Seus adoradores. A tragédia no Haiti é só uma prova de que “O Senhor está convosco, enquanto vós estais com ele; se o buscardes, o achareis; mas se o deixardes, ele vos deixará." E é Ele quem faz o bem e o mal, tudo que há foi Ele que fez, mas acima de tudo Ele é justo. Acho muito estranho as pessoas tentarem entender a natureza de Deus, e o porquê que Ele permitiu isso. Ora, o único respaldo que temos da natureza de Deus é bíblico, e olhe lá! O homem tem se ensoberbecido, por seus próprios braços cometem atos que culminam em desgraças, e de uma hora pra outra se perguntam: que Deus é esse que permite tais coisas?- É um Deus justo, que estabeleceu limites entre bem e mal, mas que dá o livre arbítrio. Deus nunca foi egoísta,tudo nos é lícito, embora nem tudo nos convenha. Querem entender a natureza de Deus? Busquem-o.Mas uma coisa é certa: Ele não está a procura de pessoas perfeitas, nações perfeitas, Deus procura corações quebrantados e contritos.
Sir. Dan Costa disse…
hum... texto famoso!
eu quase chorei lendo ele...
não pelo haiti, mas pelo texto mesmo.
Esse Deus que é só amor não existe. Deus é amor mas também justiça. e ele não castiga, apenas recebemos a recompensa pelas nossas ações.
"Mas, paremos para pensar.Será Deus de fato um ser egoísta e com problemas de auto-estima que precisa a todo tempo de pessoas levantando mãos e o adorando e "bajulando" a todo tempo?" ele não precisa, nós é que precisamos fazer isso... porque quando fazemos somos revestidos do Poder de Deus.
Ah. e parabéns pela sua descoberta! você vai revolucionar uma geração! a natureza tem raciocinio proprio e esta se vingando. "escondam-se, mamãe natureza vai nos pegar aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa ":o
de todo modo, você não briga com as palavras...(isso foi um grande elogio!) mas a suas idéias podem te engolir!.
Ana Paula Duarte disse…
Olá,
Obrigada por sua visita no blog, esteja a vontade e eu bem vi que esteve.
Mas olha, entenda que vc não precisa ser irônico ou agressivo pelo fato de termos pensamentos diferents.E mais, não fiz o texto e muito menos o blog com o objetivo de fazer quem quer que seja chorar...Como afirmou Clarice Lispector eu posso tocar as pessoas ou não, duas vertentes.Se não foi tocado, não morrerei por isso baby, eu aguento..relaxe.
Ah, e qto a questão da natureza, bem, não vejo nenhuma afirmação no texto de que ela possua raciocínio...Mas essa é sua interpretação e eu a respeito, diferente de você!
Qto a Deus, cada um mantém com ele uma forma singular de relacionamento, e de fato, o Deus que eu conheço deve mesmo ser diferente do seu.
Uma boa semana pra vc e volte qd quiser discorda no blog, só procure ser menos agressivo, afinal não nos conhecemos, sou democrática, gosto de diálogos de teor menos arrogante.
Abraço.
Marcos Fellipe disse…
Fico com muita vergonha de ser evangélico diante de alguns comentários feitos aqui neste blog dos quais já ouvi inúmeros parecidos desde que a tragédia do Haiti aconteceu... Mas queria deixar cláro que nem todos evangélicos pensam assim...
Nesse Texto Marco Davi, Evangélico fala brilhantemente sobre alguns aspectos daquele povo: http://www.novosdialogos.com/artigo.asp?id=44

Nesse outro texto um evangélico nos faz refleti quem são os verdadeiros demonios... Os do Vodu Haitiano, ou os ocidentais que exploraram aquele país e deixaran-no totalmente empobrecido, Miseraveis...
http://www.novosdialogos.com/artigo.asp?id=42

Esse é de um amigo meu q é pastor batista vale a pena ler...
http://www.novosdialogos.com/artigo.asp?id=40

Infelizmente esses são alguns dos poucos que conseguem ser religiosos sem ser alienados...
Que Deus tenha misericórdia de nós...
Obrigada pela visita, tentei te seguir mas esta fora do ar.

Depois volto tá!
é colega, o Haiti já rendeu demais e é claro que os veículos de comunicação em massa vão explorar esses coitados até não poder mais e sempre haverá cabeças não tão pensantes que vão dizer que o terremoto foi sim culpa do vudu ou das 500 galinhas mortas e bla bla... Mas eu tbm penso conforme seu texto "resumido" disse rs... o Haiti desde sempre foi um lugar desolado e problemático, então as pessoas já estão meio que "calejadas" e têm mais forças para suportar essa desgraceira toda, mas somente agora o mundo está vendo a força desse povo menosprezado e abrindo tbm os olhos pra ajudar essa galera toda.
Mas colocar Deus na história, dizer que é castigo ou sadismo divino, já acho o extremo da falta de serviço e ignoranÇa!
Mas em fim... como dizia a minha vó "cada cabeça, uma sentença" ...

Adorei seu textinho resumido rs... Não achei grande, achei bem normal, o problema é que com o perdão da palavra as pessoas estão cada dia mais vagabundas e viciadas em apenas 140 caracteres!

Bjos
Encaitarince disse…
Adorei como você escreveu seu ponto de vista, concordo que Deus é muito maior do que pensamos, e a maior lição que ele nos deixou foi o Amor e Misericórdia, se Deus é amor não acredito que Ele castigue tão severamente um povo por sua heresia, no entanto aqueles que não conhecem a Deus e o serve está a própria sorte e escolhas que irremediavelmente os levam a dor e sofrimento. Quando aceitamos Jesus em nossas vidas e permitimos ser transformados pelo poder do Espírito Santo o nosso modo ver a vida muda radicalmente, falo por experiência própria, então acredito sim que o povo do Haiti precisa de Deus em suas vidas, inclusive convido as pessoas a fazerem doações de Bíblias no meu blog, se puder me faça uma visita.
Grande Abraço!
ducadrive disse…
Nenhum dos relatos demonstram que a tragédia é consequência direta das atividades devastadoras da humanidade aqui na terra. O movimento das placas ocorrem independente de qualquer situação que aqui fizemos, é apenas a liberação da energia causada pelo atrito.
Eu vou mais pelo presuposto de que foi uma catástrofe gerada pela próprima mizéria e pobresa do país, porque, o Japão também treme, mas não cai, é uma potência tecnológica preparada para isso.
Discordo também modo tratado como CASTIGO a partir do culto religioso e cultural do lugar, isso não vitima a nada, de fato nóssos indígenas cultuam sua própria mitilogia, sua religião, e nem por isso são castigados desta forma.
Vou defendendo como se Deus trabalhasse com um dos Princípios fundameitais do direito (humano), que trata do conflito entre o interesse individual e o interesse coletivo. Todas as decisões são tomadas em prol do beneficio coletivo, que é superior a um mero interesse individual...é uma país, uma cidade, e as placas tem que se mover para o benefício de todo o planeta, para a manutenção geológica da terra, como uma troca vagarosa de pele, assim como as serpentes.... (ficou até bonito isso).
Acho que fenomenos naturais acontecem, mas prefiro viajar no foco da violência, mizeria e AUTO-DESTRUIÇÃO do País, sim AUTO-DESTRUIÇÃO...

Adorei o texto, ele é capaz de fazer-se refletir sobre diversos temas, no mesmo universo!!!

Parabens, Tá uma verdadeira Colunista.

Bjos!

André
Daniel Savio disse…
Infelizmente, concordo contigo, pois o desastre já existia, pois o Haiti era um pais sem comercio (a maioria da coisas tinha de ser exportadas, até o cimento- na qual imagina o ganho de quem consigir vender cimento para Haiti após a destruição- tem de ser importado), fora que lá não tem mais cobertura vegetal...

Infelizmente, é uma catastrofe para a humanidade, mas pior vai ser a exploração feita após a catastrofe, pois será explorado o drama das pessoas necessitadas, os materias para reconstrução, alimentos para os necessitados e etc.

Fique com Deus, menina Ana Paula Duarte.
Um abraço.
Aline disse…
O melhor texto seu que eu já li
Meu Deus que texto maravilhoso, de idéias e juízo de valor verdadeiros e justo!
PARABÉNS com capsloock ligada, beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

O olhar de Margot sobre a vida adulta

O Profeta