Eleições 2008



Fiquei dias pensando se escreveria ou não sobre os acontecimentos da última semana de campanha nas eleições para prefeito e vereador em Feira de Santana. Pensei, pensei... Pensei!Mas estive em cólera por alguns dias, então resolvi deixar que os meus ânimos se acalmassem pra que então eu pudesse ser mais sucinta e menos barraqueira.
O que eu vi foi o que todo mundo viu, eu posso apenas ter me incomodado um pouco mais. A festa da democracia... Mas meu pai do céu, que democracia, eu pergunto!Quanta hipocrisia, quanta bobagem e quanta futilidade. É atual prefeito pedindo voto-presente pra candidato, é bate-boca demente em debates na TV, é horário político mais divertido que programa de humor... É eleitor não exigindo nada, é eleitor dando voto por qualquer bugiganga, é eleitor indo votar sobre o forte efeito do álcool!Até onde chegou o povo brasileiro... E a sociedade feirense, pobre alienada, aceita de bom grado as esmolas... Idolatrando um prefeito que apenas cumpriu com sua obrigação. Elegendo gente visivelmente despreparada. Deixando a máquina cada vez mais poderosa, e o povo, cada vez mais ignorante.
Nessa campanha pude ter a nítida prova de que interessa mesmo aos políticos que o povo permaneça mergulhado na estagnação e na ignorância, pois assim, exigirá menos e aceitará qualquer coisa. Talvez por isso, eu esteja desacreditada nos partidos políticos e comece a me contaminar com as idéias de que o que realmente causaria uma mudança efetiva e igualitária seria uma revolução popular, onde o povo assumiria o poder. Idéias como essas atravessam séculos, mas as elites tremem diante dessa hipótese e investem em alienação subliminar para o povo. Ninguém se engane: o pão e circo ainda existem, apenas apresentam uma nova roupagem.
Eu poderia me prolongar muito mais nesse assunto, mas sem delongas, me despeço. Não vou propor nenhuma medida que não seja uma reação urgente e uma reflexão profunda sobre o comportamento da nossa sociedade diante das leis, se elas existem devem ser cumpridas para o bem estar de todos. O que vi nessa eleição foi a Lei Seca sendo descumprida, bares abertos, cabos eleitorais descaradamente realizando boca de urna, carros de som, transporte de eleitores e desrespeito a idosos e funcionários da justiça eleitoral.
Se queremos um país melhor, igualitário e desenvolvido, ele não nascerá sob o efeito de mágica, nós o faremos. Nossos filhos merecem uma cidade melhor, nós merecemos!Essa cidade é povoada por uma gente batalhadora, que se esforça na labuta diária para obter seu sustento. Se quisermos um país e uma cidade melhor para os nossos filhos, é hora de começar uma mudança de comportamento e caráter para curar a nossa sociedade em quanto há tempo. Vamos começar?

Comentários

wagner442 disse…
Eu acredito e já vejo evolução de caráter nas pessoas. 54% de eleitores é sim muito, mas na idéia de que o mandado anterior foi significativamente considerável, preferem-se acreditar numa continuação ativa, porém escura.
Já derrubamos os pilares do PFL, nem nome tem mais. Se ACM vivesse, morreria nessas eleições.
Ana Paula Duarte disse…
E eu gostaria de vê-lo vivo, pra vê-lo morrer de novo...Cruel neah...Fazer o q?É minha cabecinha..ahua.
Eu sou só eu disse…
Também quis escrever sobre as eleiçoes deste ano,mas não tive ânimo. É bom que haja quem tenha...
Obrigado pela visita ao meu blog. Volte sempre que quiser.
ahhh! compartilhamos da mesma dor...huahuahua
Lamento pelo povo de Feira: ela vai continuar PLEBÉIA!
Qdo escrevi tb sobre Tatá no meu blog eu tava revoltada...
Afff!
Só a graça...

Vc acredita q tinha gente indo votar e dizendo: "- vou votar em ZÉ RONALDO mesmo pq ele foi muito bom...!"
hãn?
Zé Ronaldo????!!!!
CARACA!

Viva a democracia!
Ana Paula Duarte disse…
KKKKKKKKKK...POIS É kEU!

Postagens mais visitadas deste blog

O olhar de Margot sobre a vida adulta

O Profeta