A poesia e eu


Eu sou toda poesia...

E a poesia que há em mim, aturde e assusta, clama por mais espaço...

Clama por novos horizontes e novas experiências.

Absorve tudo ao seu redor e diferencia-se cada vez mais de minha personalidade rude,

Tornando-se um mix interessante de comportamentos, sentimentos e pensamentos.

Que ela em mim torne-se a pele que me envolve, os tecidos que compôem meu corpo...

Que ela me seja tão vital quanto o ar que absorvo,

Que eu e ela, juntas, formemos uma bifurcação firme e eterna.

Que ela me tome completamente...Eu deixo!

Eu me alimento de poesia, da mais profunda poesia que sai de mim mesma.

E ela me leva...feito uma folha de outono exposta ao vento.



Ana Paula Duarte

Comentários

Bandys disse…
Ana Paula,

Linda sua poesia.
adorei,
beijos
*tossan disse…
Deixa a poesia te levar sempre...vale a pena ver o teu blog. Bela poesia. Bj
Zé Ricardo, sj disse…
"...E ela (poesia) me leva...feito uma folha de outono exposta ao vento."Ana

Olá Ana Paula,
Obrigado pelo elogio!
Que o Bom Deus, artista do universo, anime sempre a encontrar
o melhor passo no caminhar.
beijos
GUILHERME PIÃO disse…
Não sou muito de poesia, poemas etc..., mas deste eu gostei...
Muitas vezes gostaria de ser uma folha de outono ao vento, conhecendo lugares e pessoas...
Abraços
Visitando novos blogs cheguei ate aqui.

Linda poesia.

beijooo.
R.Vinicius disse…
Gostei do seu Blog em todos os aspectos, dês do visual, ao post.
Ao lê-la lembrei desta poesia do Drummond (Sou fã dele.)

"Gastei uma hora pensando um verso
que a pena não quer escrever.
No entanto ele está cá dentro
inquieto, vivo.
Ele está cá dentro
e não quer sair.
Mas a poesia deste momento
inunda minha vida inteira."

Abraço, até breve,

R.Vinicius
Amiga fia, vc sabe que sou tua fã já...Mas esse trocinho aí me comoveu pow!
amei, essa vai pra galeria das 10 + que vc já fez (opinião minha claro)...
poxa, tu só evolui...
Tô mesmo gostando de ver (ler)
bj.
R.Vinicius disse…
O vasto espaço é um site, que não é meu, sou cadastrado lá e a página onde entrou é a minha página, com minhas três poesias. Volte sempre, é sempre bem vinda. Venha quando seu coração pedir. =) Sobre linkar, pode linkar, mas não vai aparecer minha atualizações, só as atualizações do site. Gostei do seu Blog, já comentei outros textos, estou descobrindo os outros. Abraço, até breve,

R.Vinicius
Mello disse…
Olá Ana Paula!

Obrigada pelo comentário.
Gostei muito do seu poema que me parece sereno… na poesia o que parece, pode não ser e, isso, encanta-me. Cada qual lê e sente consoante as suas emoções e circunstâncias. Nem imaginas minha amiga quantos anos neguei espaço à poesia em minha alma e meu coração. Este teu verso: “Que ela me tome completamente...Eu deixo!”

Vou linkar o teu espaço ao meu.

Beijinhos

Graça Mello
Sonhadora... disse…
Vale a pena ser levada por sentimentos tão ricos q transmitem uma essência tão perfumada.

bjos!
Juliana David disse…
Olá Angela,

Obrigada pela visita carinhosa ao meu Blog. Que bom que gostou. Esteja a vontade para voltar sempre que quiser. Tenho o prazer sempre de receber pessoas novas e especialmente com sensibilidade. E você com certeza é uma delas.
É bom ver que através de minhas vivências, poesias e pensamentos consigo tocar o coração das pessoas e fazê-las talvez refletir sobre si mesmas. O mundo é feito de trocas e a evolução humana também acontece assim. Só não evolui aquele que se fecha ao mundo por medo de enxergar e aprender com o que há a sua volta.

Beijo Grande.

Juliana David
Juliana David disse…
Desculpe Ana Paula,

Chamei você de Angela, me perdoe. Mas confirmo tudo que disse acima. Gostei realmente muito do seu Blog.

Beijos.

Juliana David
Cadinho RoCo disse…
Se permitir à poesia é dar a ela a oportunidade de ser o que ela em você.
Cadinho RoCo
Passei por aqui!

Bom dia.

beijooo

Ah...tem post novo lá.
Lilian disse…
Vim retribuir a visita. Adorei seu blog...bjks
Melsavinon disse…
Gostei daqui.Vou voltar.Você tem talento!
Poemar disse…
Mas para escrever com tanta paixão e beleza, Ana, a poesia já te tomou. Basta, agora, deleitar-se com ela!

* Beijos!
wagner442 disse…
Muito bom seu poema. Continue assim, bem seu estilo, seu jeito.
Beijo!

Postagens mais visitadas deste blog

O olhar de Margot sobre a vida adulta

O Profeta