E foram felizes para sempre

  
    O clichê mais romântico e redundante das histórias de amor e contos de fadas! 'E foram felizes para sempre...' Nós aceitamos essa linda frase e absorvemos para nossas vidas.
    As meninas, desde cedo, buscam então enfeitar suas cenas mentais de amor e paixão e esperar pelo príncipe encantado que irá fazê-las felizes para sempre, e que as levarão em seu cavalo encantado oferecendo segurança, proteção e amor eternamente. Como se houvesse um botão automático que garantisse esse fim. E se preparam, algumas, única e exclusivamente para isso.
    Mas, será que já atentamos para o termo "para sempre?" Para todo o sempre é longo...Alguém já viveu para todo o sempre? Alguém tem noção de " para sempre?" Somos tão enfeitiçados e mesmo magnetizados com a fantasia dos contos de fadas que transportamos coisas fantásticas para nossa realidade.     
     Por que gostamos tanto? Ora, o príncipe encantado não deve ter chulé, ele não tem mau-hálito ao amanhecer, nem precisa trabalhar pois já é príncipe. Justamente por isso não paga contas, não chega estressado do trabalho e não tem instintos animalescos- quase anjo- ele chega num cavalo branco e oferece um reino de amor eterno a sua escolhida. E elas, aspirantes à princesas, só precisam se preocupar com o seu amor e com a roupa de gala do baile de máscaras. Elas não precisam ter dupla-jornada, não se preocupam com os afazeres domésticos, não lavam louças, não pegam em vassouras, não têm TPM, nem odores fortes, nem vivem brigando com a balança, elas são princesas- quase ou mesmo sem defeitos.
    Penso que seja isso que encante! Esse fantástico de ser um humano sem erros. Contos de fadas não mostram o lado 'chato' das rotinas, o lado humano do amor e da paixão com seus labores, dissabores e sabores...Corremos disso, temos desejo intenso pelo belo, pela utópica perfeição...Me aponte um ser perfeito e eu o adorarei! Mas não existem fadas, príncipes e nem princesas e já faz um tempinho que eu sei disso, e se querem saber, isso é muito bom!
     Os seres humanos, esses errantes, são tão divertidos e diversos, não viverão felizes para sempre, oscilarão, serão cada dia mais fortes, mais simples, mais vivos e lutarão contra a acomodação e a rotina. E a fantasia, ficará restrita apenas aos livros. E nossas menininhas, um dia, quem sabe, cresçam sem criar expectativas de um ser que só existirá em histórias num papel- que se acabe de uma vez o patriarcalismo-, e deixem de viver um sonho fantástico, aprendam a amar o ser imperfeito, de carne e osso, que é o que de fato existe. Porque os contos fantásticos, prefiro restringir mesmo à Literatura, ela sim me possibilita o irreal.


 Ana Paula Duarte. E foram felizes nesse instante.

Em breve post comemorativo pelos três anos do Blog!=D

Comentários

Adorei o texto moça lindíisiima de minha vida!
A sociedade pós moderna incuca-nos com a ideia de amores perfeitos.E depositamos tantas esperanças em humanos de carne e osso que ao nos depararmos com seus odores e mal hálitos, escapamos pelo ralo da vida real onde ao nos depararmos com az mazelas humanas sofremos de decepção...
Não esperar nada de ngm , nem fantasiar demais...A literatura permiti-nos essa viagem ... mas ela só existe nas páginas ... na teoria... a prática dos romances atuais tá mais pra novela mexicana! ai ai ai!



ameeei o texto !
cm sempre vc é shooooooooow!
paula disse…
A gente procura graça nas coisas sem graça!Desde quando gostamos desse gelo, de tamanha tranquilidade? O bom de ser humano é justamente não ser eterno. Contos de fadas só são eternos nos livros, amores só são eternos em versos e lembranças.Perfeita reflexão Aníssima, parabéns.
Sonhadora disse…
Minha querida

Passando para oferecer o meu selinho de 500 seguidores...feito de amizade e carinho.

Beijinhos
Sonhadora
Anísia Neta disse…
Ana! Boa sacada!!!
Realmente os contos de fadas fizeram e fazem a maioria das mulheres e homens viverem de fantasias, sonharem com a vida das estórias, e caírem no desencantamento e na realidade nua e crua rapidinho com esse sistema de pensar a vida!
Acredito piamente que aquele que quer ter certezas que o(a) amado(a) não vai deixá-lo(la) no futuro é típico de quem pensa a vida como um conto de fadas.
Ter certeza de que o outro ficará amando e apaixonado pelo resto da vida, até que a morte os separe... vivendo apenas de rotina... sinceramente!!
Acreditar que uma bênção religiosa é mágica, que transforma o casal em um só a partir daquele dia sem fazer mais nada dali pra diante... é como acreditar em coelhinho da páscoa!
Sim, porque os contos de fadas terminam no dia do casamento... E foram felizes para sempre não fala da criatividade que deve seguir à rotina, não fala em regar o amor, cuidar do amado e do amor! Não fala no exercício diário do reencantamento... A rotina é a vida do casal, mas a rotina sem esses ingredientes é a morte desse mesmo casal!!!

Como já dizia Renato Russo, na voz de Cássia Eller:
"Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre
Sem saber, que o pra sempre, sempre acaba..."

"Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida." Fernando Pessoa.

É isso... entrar no relacionamento achando que ele tem mais chances de acabar um dia é mais honesto e faz com que o casal cuide mais do amor e de um do outro... E tem mais chance do relacionamento durar!!!

Não to pessimista não né???
Se eu estiver... desculpem aí... são os traumas da semana!!!
Bjo Aníssima!!! Vc é linda, exuberante!!!
Considero Neta, seu comentário um texto-auxiliar...Boas falas, é isso aê...Acredito que é bem mais honesto sendo assim!
Um grande beijooo!Vamos viver os momentos bons que temos, nda de pensar em "pra sempre", está proibida tal palavra!xD
Bjoos e mto obrigada!
Dayane Carneiro disse…
Perfeita reflexão, amiga. Esses dias mesmo estou vivendo muito isso, entender que não existe ninguém perfeito, mas que podemos achar pessoas q se encaixam melhor na vida da gente. Sei que não serão principes, mas o quanto mais distante de sapos melhor... Quem se preocupa demais com a perfeição é tão imperfeito que não tem noção nem dos próprios deslizes. São pessoas q não se amam, imagine se saberão amar um outro alguém!!! Que os contos de fada sejam, sim, cheios de eternas linhas de amor e felicidade, e que nossas vidas tb, mesmo em caminhos beeem diferentes!Adorei...
Marcos Fellipe disse…
Quero amores eternos, mas que se tornem eternos em uma fração de segundos, por um olhar, um sorriso ou até mesmo depois de uma canção, uma dança... Como disse Drummond: "Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata..." Belo texto Aníssima, e muito bom o texto auxiliar... Somos tempo, somos vento, o tempo passa, foge, o vento sopra, muda de direção... Não somos estáticos... A pessoa q amamos mudará e nós tb mudaremos... Isso não é conto de fadas mas tb não é tragédia, isso é bom... Nos desafia a tentar caminhar juntinhos, perto... Fazer da rotina um lugar minimamente agradável, prever os maus momentos, e caminhar... Assim pode durar... Sem pretensões de eternidade, podemos ter relações saudáveis e duradoras que nos marquem para sempre... Xero amiga!!

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

O olhar de Margot sobre a vida adulta

Escreva, Ana!