Nas asas de um Anjo

Na beleza poética de tuas palavras que são com mel ao meu paladar, teus olhos iluminam minha noite, meus pensamentos acompanham lentamente a tua face de anjo que me alegra, vejo meus sonhos restaurados.
Se todas as rimas de um destro escritor falassem de ti, ainda não seria o bastante.
Minha doce criança, um sentido de vida, o teu rosto desenhei em meu coração, como tatuagem marcaste minha carne.
Indispensável é tua presença em minha vida, tudo o que eu disser ainda não bastaria para dizer o quanto te amo e admiro.
Perdoe-me se minhas palavras te feriram e fiz chorar teu doce coração, mas sei que perdoa-me mesmo que eu não peça, pois tua bondade é maior que a ira.
Anjo meu de asas douradas leva-me para conhecer as nuvens contigo, ir além de tudo que eu possa enxergar.
Aqueça-me com tuas asas, com tuas mãos lavadas levante meu semblante caído.
Caminhe comigo...
Anjo Amado
Anjo Amigo

Gutox Hieros Ângelus Morphinnus, um amigo escritor!


Extraído do livro Salmos Obscuros - MORPHINNUS & SANCTUS

Comentários

Belo poema =D
Eu tbm sou suspeita de falar né??
Admiro esse menino demais =D
O Vento disse…
aeeeeeeeeee

mto massa... altos letras formando palavras formando frases...

é o dom das palavras bunitas spressanto sentimentos...

mto massa... blzzzz de texto do gutoxxx

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

O olhar de Margot sobre a vida adulta

Escreva, Ana!