Um pouco de Língua...

A fala possui um caráter individual.Sendo assim, podemos compará-la a um bem privado, pois cada falante se julga proprietário da língua que fala, porém, o uso que ele pode fazer dela não é ilimitado, já que existem restrições impostas para o uso, é a norma culta da língua, mais cobrada na escrita do que na fala.
Estas restrições podem ser ramificadas em duas vertentes:

a)Restrições de ordem intrínseca:é resultante da própria estrutura da língua, através de processos naturais, ou seja, a própria língua é responsável pela restrição, através de regras ditadas por ela mesma, que acabam limitando o seu uso.

b)Restrições de ordem extrínseca:são as restrições impostas pela comunidade linguística, ou por parte das pessoas (estudiosos), que são os responsáveis pela criação das regras para o seu uso.

Para uma melhor compreensão, temos o seguinte exemplo:
Se qualquer pessoa comprasse um carro popular (que vai aproximadamente até uns 60 cv de potência), e quisesse sair pelas ruas da cidade à 200 km/h, obviamente não conseguiria, pois a potência do carro não é suficiente para tal façanha, já que o motor não aguentaria nem subir uma ladeira. Seria então uma restrição de ordem intrínseca.Relacionada aos domínios internos do carro.

Além disso, mesmo que o carro conseguisse atingir essa velocidade, haveriam restrições de cunho extrínseco, ou seja, que não dependem excluisivamente do carro, como as condições de infra-estriutura da via pública e as leis que regem o trânsito.
Toda língua possui uma estrutura própria- a sua gramática-que o falante aprende desde cedo.Uma pessoa só consegue usar a língua se conhecer essa estrutura de modo completo.Por conhecermos as regras dessa gramática intrínseca, podemos construir frases, escolher as palavras adequadas para o estabelecimento de uma comunicação, ou mesmo associar sons a um conceito.
Uma criança começa a falar por volta dos 18 meses(1 ano e seis meses) e aos 5 anos ela já pode ser considerada um adulto linguístico, pois já sabe usar as conexões certas no estabelecimento de frases.Ela já domina o sistema fonológico, com algumas excessões, apreende sem esforço o essencial da gramática, conhece e emprega com destreza o vocabulário da língua.
Isso é possível por conta do processo gradual que acompanha o seu desenvolvimento biológico e mental.



Esse post é diferente do normal!E é justamente para marcar a inovação do layout, os créditos são de André do Carmo.Deliciem-se com um pouco sobre nossa língua.



Ana Paula Duarte




Fichado do artigo http://www.scribd.com/doc/28444973/Linguagem-Lingua-e-Fala

Comentários

André do Carmo disse…
Otima Aula essa!!
quem leu e não entendeu?
Essa professora é exemplar, tenho admiriação e orgulho a cada dia, a cada instante...
O blog ficou lindo com essa nova cara! :D

bju
Daniel Savio disse…
Ficou interessante, mas se alguém lembrar, é a nobre profissão de uma conhecinhda em comum ;)

E ficou interessante o layout.

Fique com Deus, menina Ana Paula Duarte.
Um abraço.
Gutox disse…
Em primeiro lugar,gostaria de dizer que o layout do blog ficou muito massa!
Sobre a aula de gramática,parabéns!
Um post diferente mas que não deixa de passar a essência que os outros passam!
Mais uma vez...parabéns!
Gosto muito de vir aqui! =]
Chica disse…
Lindo teu post, uma verdadeira aula! Chego aqui e vejo um lindo blog e de layout novinho em folha!Parabéns!beijos,tudo de bom,chica
Como viver mais anos !
Vá mais lugares,
Abrace Mais amigos,
Dance Mais,
Diga menos nãos,
Invente menos problemas,
Coma mais sobremesas ,
Pratique mais esportes,
Ria mais de si mesmo,
Vá mais ao cinema,
Saia mais com os amigos,
Cante mais,
Plante uma árvore,
Brinque mais,
Tire mais fotos,
Visite o céu ,
Visite o fundo do mar,
O topo de uma montanha!
Beije mais,
Abrace mais,
Conte mais piadas,
Se apaixone mais vezes,
Mesmo que seja sempre pela mesma pessoa!

(Laura Baptista Leite).

Bom fim de semana pra vc.

beijooo.
Majoli disse…
Oi querida, obrigada pelo carinho de sua visita ao Rabiscos.
Adorei o layout, amei o texto e foi bom vir aqui, fazia tempo que eu não vinha hein?

Beijos e um bom final de semana.
Lucimar Sant`Ana disse…
Adorei layout!
Uma verdadeira aula.
Isso é muito bom.
Obrigada pela seu carinho de visitar meu blog.
Beijos.

Lucimar
Braulio Pereira disse…
olá Ana Paula

voce me deixou perfumado
que delicia ter
leitoras como voce

gosto de dar um
pouco de mim
a quem me le
sou asim
voce me vê

gosto de poetar com voce

doce noite beijos!!
Caurosa disse…
Olá minha cara Ana, tudo ficou muito lindo com sensibilidade e bom gosto, e uma aula especial para nós todos.Parabéns.

Paz e harmonia,

forte abraço

C@urosa
Bandys disse…
Bom fds

um beijO
Pena disse…
Linda Amiga:
Um Post Fabuloso como você.
"...Toda língua possui uma estrutura própria- a sua gramática-que o falante aprende desde cedo.Uma pessoa só consegue usar a língua se conhecer essa estrutura de modo completo.Por conhecermos as regras dessa gramática intrínseca, podemos construir frases, escolher as palavras adequadas para o estabelecimento de uma comunicação, ou mesmo associar sons a um conceito...."


Concordo inteiramente consigo. Há restrições e "convenções" para a língua e seu manejo.
Porque não torná-la mais hábil, subtil e preciosa como o faz?
Parabéns sinceros.
Escreve maravilhosamente.
MUITO OBRIGADO pela sua simpatia e amabilidade.
É linda e talentosa, sabia?
Beijinhos amigos com respeito imenso.
Sempre a considerá-la pelo seu gigantesco valor mágico.
Agradecido.


pena

MUITO OBRIGADO, amiga.
Adorei.
Bem-Haja!
Flavih Jones disse…
Adorei a aula. =D
E obrigado pela visita.
Pode ficar a vontade quanto a seguir. =D

Beijoos
lis disse…
Oi Ana Paula
Gostei do layout novo e da explicaçao clara sobre o uso correto da nossa língua.
obrigada pela paradinha no meu blog,
sua presença é um estímulo pra melhorar mais.
bom domingo com abraços
Táxi Pluvioso disse…
Eh pah isto está diferente.

Tive um ataque viral e a reinstalação do sistema arredou-me da net.

A língua portuguesa mostra-se curta para expressar o maravilhoso momento da História que os portugueses hoje vivem, sinto esse problema, e vejo na obrigação de criar palavras novas.
tossan disse…
Sim está diferente sim, cadê a sua foto com aquele sorriso?! O texto é fenomenal! Beijo
Cem seguidores... que lindo!

Parabéns, seu blog é 10; 100; 1000.

Beijos.
Um caro cidadão disse…
Eu não sou muito adepto a aula nos espaços de diversão: prefiro diversão nos espaços de aula... =P


Mas como aconteceu, vamos aproveitar.


Acredito que junto com o que falamos existe um desejo de fazer valer aquilo que falamos. Sabe, lutamos com as palavras, pelas palavras.


A ciência nos mostra a cada dia que as coisas existem pelo que dizemos dela (vejo André se mexendo na cadeira agora). As coisas que eram, talvez hoje já nem sejam: o mundo foi quadrado, a terra um centro, a nanotecnologia impossível.

Mas aparecem outras pessoas dizendo coisas diferentes e criando um novo modelo de dizer, segundo o qual o que dizem torna-se verdade. Por vezes, a verdade nem reside no que é dito, mas no como é dito.


Se sua mãe dissesse pra não sair de casa pela madrugada imediatamente após acordar, você perguntaria a causa. Ela responderia: "Pode pegar vento.". Um médico diria: "Pode causar conflito de temperatura a ponto de causar um pequeno acidente vascular cerebral". Tem mais validade o discurso médico, por toda a sistematicidade linguística e pelo valor dado à sua posição social.

Enfim, existe muita coisa no discurso. Como nos diz Foucault, o discurso, a fala é "uma rede de relações permeado por desejos e poderes em constante interação" e não deve ser entendido como "quase sempre oculto, dissimulado, distorcido, intencionalmente deturpado, cheio de ‘reais’ intenções, conteúdos e representações, escondidos nos e pelos textos, não imediatamente visíveis”.


O que é dito, foi dito e é ali que a luta acontece.
O Lobo Mau disse…
Ana Paula,

Gostei de ver a imagem de Luís Vaz de Camões num blog brasileiro.

A nossa Língua é o que mais aproxima as nossas pátrias e é justamente por isso que é considerado o maior legado que os portugueses deixaram ao Brasil.

(Já a língua de cada um de nós é hoje considerada um instrumento sexual moderno que os homens antigos usavam só para comunicar.)

Rss...

... E porque o teu blog está agora voltado para o Shakespeare, deixo-te com ele:

http://www.youtube.com/watch?v=0tJBX2JgZZQ

Bom fim-de-semana.
Gostaria de saber se os conceitos emitidos em seu texto são de sua autoria ou se encontram respaldado em algum autor.
Olá Ricardo!
Esse texto se não me engano, já que faz um tempo, foi feito com base na leitura de um artigo da faculdade, é meio que uma reformulação, achei mto bom e publiquei aqui, só não me recordo o nome do artigo, é até algo que procurarei para colocar, afinal foi de onde me norteei. Assim que puder, procuro e colocarei aqui. Abraço.
Pronto, encontrei no meu pc o link, está aí devidamente creditado. Abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Término Pós- moderno de um idílio amoroso

O olhar de Margot sobre a vida adulta

O Profeta